Sim! Estamos esperando!

bebe-a-bordo

Sim sim, estou gravidinha! 🙂

12512490_787875561343830_8242368139855223971_n

Se alguém andou me seguindo no instagram talvez já saiba disso há um tempinho considerável até, mas só agora estou tomando vergonha na cara (e tempo) pra vir aqui postar sobre isso. Já estamos começando o SÉTIMO! mês com muitos chutes e quase 6kg a mais no corpitcho, sendo 1,5kg de amorzinho em formato de bebê hahahaha

13434771_842068342591218_439327639176673719_n

A gravidez não foi nem de perto glamurosa comigo como é nos filmes hahahaha perdi quase 5kg nos primeiros meses por não conseguir comer nada (enjoava só de pensar em comida), só voltei pro peso que eu tava antes de engravidar lá pelo quarto mês. E como eu descobri a gravidez super no comecinho (eu mal tava de 4 semanas ou um mês quando descobri hahahaha), o primeiro trimestre e o início do segundo passaram se arrastando por aqui. Além de enjoar pensando em comida eu tinha azia quando finalmente conseguia comer. E como tava fazendo muito calor aqui em São Paulo, eu não podia pisar na rua que minha pressão baixava e eu sentia que ia desmaiar. Não conseguia nem chegar no ponto de ônibus do outro lado da rua. Logo, não conseguia nem sair de casa, o que era horrível pra alguém inquieta como eu e que adora sair!

Depois do início do segundo trimestre as coisas começaram a melhorar, lá por volta da 16 semana. Claro que se eu ficava mais que umas 3 horas sem comer ainda passava mal e achava que ia desmaiar hahahaha mas pelo menos conseguía comer sem sentir azia e enjôos. O segundo trimestre foi aquele trimestre gostoso onde eu já conseguia sair de vez em quando, ir no mercado, pegar um ônibus.. hahaha mas, sempre dizem que no fim tudo volta! hahahaha
12974452_814236542041065_6087568576250991335_n

Agora, na reta final, já tô me sentindo pesada (mesmo não parecendo tão maior) e até mesmo andar até a esquina é uma tarefa mega cansativa, a azia voltou, o cansaço tá forte… Tudo que eu quero, o dia todo, é ficar de pijama vendo netflix no sofá! hahahahaha

Se vocês gostarem da ideia, posso fazer um vlog falando sobre a gravidez, como foi, como ainda tá sendo… compartilhar as experiências novas (que não são poucas!) com as mamães e futuras mamães <3

 

13256473_829511230513596_3934920758248638176_n

Estou de férias e pretendo agora (além de descansar hahahaha) por ordem aqui na casa do blog e também nas minhas costurinhas, então pretendo trazer mais posts e mais novidades pra vocês ao longo do próximo mês (e, se tudo der certo, dos outros próximos também!!) – fiquem ligadinhos aqui e na fanpage!

Continue Reading

5 coisas boas que Friends me ensinou

friends

Hoje comemoramos 21 anos dessa série – que pra mim é linda e maravilhosa e marcou minha vida! ❤️

Em meio a uma semana onde rolou FRIENDS sendo classificado a melhor série e também texto hater sobre a série, resolvi fazer minha simplória homenagem, e listar 5 coisas boas que eu aprendi com esses 6 lindinhos! Bora lá?

Que ser independente é uma droga – mas vale totalmente a pena

1279007baf40a8d28bcbca53f6cf36b3.500x275x10

Quando a gente se torna independente a gente tem que trabalhar, pagar nossas próprias contas, fazer malabarismo com elas quando o dinheiro não dá, abrir mão das coisas que gostávamos de fazer porque nem sempre sobra tempo ou dinheiro, enfim… A vida real é uma droga – mas você vai amar! Tudo isso vem, obviamente, com muitos lados bons – e a série me ensinou tudo isso (perrengues e lados bons!) antes mesmo de eu sair do conforto da casinha de papai e mamãe – nada como o perrengue da Rachel cortando cartões de crédito pra te fazer cair na real de vez em quando hahahaha

 

Que ser diferente é ok

anigif_enhanced-16417-1411265027-5

Todo mundo tem uma mania estranha – pode até ser a mania de limpeza igual a Monica! hahaha Ou então tem crenças diferentes da sua, ou um ponto de vista, político ou ambiental ou o que for, diferente do seu, e a maravilha da vida adulta é se livrar daquela picuinha de colegial de “backstreet boys vs. nsync” ou “se você não gosta da Sandy não pode ir na minha festa” hahahah Apesar da vida adulta ser cheia de gente falsa também, e cheia de gente que também vai agir como se a vida fosse o colegial, a maravilha de ter amigos adultos é todos se respeitarem, não importando o quão diferente vocês sejam – amigos de verdade vão te amar de todo jeito!

 

Que até as pessoas que você mais ama na vida vão te magoar – mas você vai superar

anigif_enhanced-18967-1411264523-14

É triste mas é verdade. Durante sua vida as pessoas vão te magoar demais. Pode ser um amigo ou um amor, a verdade é que não tem como evitar ser magoado – muitas vezes pelas pessoas que você jurava juradinho que jamais iam fazer isso. Mas a vida segue e, apesar de às vezes ser difícil, Rachel e Ross tão aí pra provar pra gente que quando há amizade as coisas tem muito potencial pra terminar bem (se tiver amor então, pode acabar até em filhos! #spoiler hahahaha)

 

Que eu, como mulher, posso sim estar no controle de uma relação tanto quanto o homem

anigif_enhanced-8792-1411264417-1

Li no texto hater que FRIENDS era meio “certinho” no aspecto de relacionamentos, etc etc – você quer mais liberdade em pleno anos 90 do que essas meninas que faziam o que queriam, quando queriam? De mulheres que, como a Phoebe, admitiam que estavam ficando loucas porque queriam transar com o namorado que não dava bola, ou como a Monica que tomou a frente e pediu Chandler em casamento? A série me ensinou que “ser mulherzinha” não é sinônimo de ser submissa ou ~~santa~~, e sim sinônimo de fazer as coisas do meu jeito sem me importar sobre o que a galerinha vai pensar.

 

Que talvez pra alcançar seus sonhos você precise começar por baixo e ralar muito – e tá ok isso

anigif_enhanced-24446-1411264200-1

Nada fala mais comigo do que a Rachel começando como garçonete sonhando em trabalhar com moda! hahahaha Ou a Pheebs tocando na lanchonete sonhando em ser uma cantora famosa. Apesar do que dizem sobre “os personagens terem vidas surreais” acho que não tem nada em surreal em começar por baixo e subir na carreira/vida. Então, obviamente, aprendi com elas pra nunca desanimar e ~continuar a nadar~. Às vezes seu potencial cliente/chefe vai chegar meio drogado pra conversa, às vezes você pode agir de forma constrangedora na frente do seu futuro chefe, e às vezes seu namorado pode te envergonhar na frente da galera hahahaha mas tudo isso faz parte!

 

E vocês que viam a série, o que aprenderam com ela? Contem pra mim!  ❤️

Continue Reading

Top 10 da minha adolescência

top10musicas

Oi gente! 😀

Esses dias compartilhei na fanpage um post sobre a “geração 2005” que tinha algumas músicas legais (e genéricas) da galera que foi adolescente em 2005, e notei que muitos lá adoraram! Hahaha Resolvi então fazer o meu top 10 das músicas da minha adolescência – e pra isso preciso confessar que fui muito ~eMuXa~ HAHAHAH óbvio que vocês vão notar isso nas escolhas, mas bora lá!

Lembrando que, naquela época, pra poder assistir um video da banda que você gostava ou você esperava passar na MTV (o que era bem difícil) ou então baixar no site da lbvidz – onde a gente também baixava shows inteiros da warped tour, pra ter o prazer de saber como era ver a banda favorita ao vivo! hahaha

Cada vídeo vai acompanhado das minhas observações, meu level de paixonite pela banda/música e meu trecho favorito dela!

The Used – Taste of Ink (♥♥♥♥♥)

The Used foi a minha banda favorita por muitos anos! Foi o primeiro show internacional que vi na vida também, e surtei muito hahahaha Miss McCracken era meu ~codinome~ nos fotologs da vida, inclusive hahahahahaha Ouvir The Used traz várias memórias engraçadas e felizes na cabeça! <3

As long as you’re alive, here I am. I promise I will take you there. ♫ 

 

Story of the Year – Anthem of Our Dying Day (♥♥♥♥)

Essa era a minha ~baladinha~ preferida deles, que inclusive vieram pro Brasil recentemente, mas não pude ir ver. 🙁 Ah, e a versão que eu consegui baixar na época tinha um bug bem no fim que zoava o final da música! hahahaha pesadelos de uma época sem youtube, spotify, rdio e etc :~

I’d scream this song right in your face if you were here. I swear I won’t miss a beat, cause I never, never have before. ♫

 

My Chemical Romance – I’m Not Okay (♥♥♥♥)

Essa foi a música que mais te entendeu a vida inteira – acho que eu não preciso explicar mais nada né? hahahaha

But you really need to listen to me, because I’m telling you the truth I mean this, I’m okay – trust me! ♫

 

Box Car Racer – There is (♥♥♥♥)

Quem não amou essa banda, essa música? Ok, foi um ~sucesso passageiro~ mas quem não rezava pra passar essa música do DiskMTV não era uma pessoa que eu queria ser amiga. hahahahaha

In every single letter, in every single word, there will be a hidden message about a boy who loves a girl. ♫

 

Augustana – Boston (♥♥♥♥)

Essa música é tão fossa, mas tão fossa, que tá “mixtape double suicide” até do Leonard (do Big Bang Theory)! HAHAHAH e tinha como não amar essas músicas?

(Bônus: o video do Big Bang Theory que o Leonard chega em casa deprimido cantando essa música hahahaha)

You don’t know me, and you don’t even care. ♫

 

Dashboard Confessional – Hands Down  (♥♥♥♥♥)

Hands down, melhor música daquela época. hahahaha TODO. MUNDO. usava ela em legenda de fotolog, MSN, etc etc..

My hopes are so high that your kiss might kill me. So won’t you kill me, so I die happy? 

 

Funeral for a Friend – Juneau (♥♥♥♥♥)

Enquanto eu ouvia essa, o marido falou que nunca nem tinha ouvido falar dessa banda. GENTE, como assim? Juneau era outro hino de indiretas de fotolog e MSN!

And I’m nothing more, than a line in your book. ♫

 

From Autumn To Ashes – The After Dinner Payback (♥♥♥)

Agora entramos na parte ~pesada~ do emo que eu curtia. Aquela nuance do emo que a gente ouvia e os pais adoravam reclamar que era só um monte de grito (dã pai e mãe, pro isso era chamado de “screamo” né? hahahahah) FAtA foi umas das primeiras bandas desse ~segmento~ que ouvi e gostei!

I’m not wishing anymore, I’m not writing songs for you, I sleep better in the dark. I’m not doing this for you. ♫

 

From First To Last – Note To Self (♥♥♥♥♥)

Essa música gente. Outra grande música eternizada em muitos fotologs. Ah, e reconheceu o cara? Sim, é o Skrillex, provando que todos tivemos uma fase emo. hahahahaha

Note to self: I miss you terribly. This is what we call a tragedy. Come back to me, come back to me. ♫

 

Atreyu – The Crimson (♥♥♥♥)

Curtia muito Atreyu, que conheci por causa do cover da música You Give Love a Bad Name! hahahaha Era uma das bandas mais ~pesadinhas~ que eu ouvia sem parar, e a mais ~dark~ também, beirando ali o ~emo gótico~ hahahahah

My heart is dead and so are you. ♫

 

~~~ Bônus: emo nacional! ~~~

Porque a gente também curtia um bom emo nacional tá? HAHAHA e isso inclui um bom e velho (e na época desconhecido) Fresno e NXZero! Todo ano eu ia nos shows do NX Zero porque eles sempre tocavam no dia do meu aniversário em Santos (vejam bem: meu aniversário de 17 e 18 – tenho 26 hoje tá? hahahaha) No primeiro show um amigo até me levou pra conhecer a banda e eu ganhei a última paleta que o Gee tinha no bolso. hahahaha

INCLUIVE o video abaixo do NX Zero, de 2005, eu estava lá. HAHAHAHA Foi meu primeiro show deles, nem conhecia direito!

Fresno – Milonga (♥♥♥♥♥)

Porque você insiste em dizer que ainda existe vida sem você? 

Fresno – Tarde Demais (♥♥♥♥♥)

Por mais que eu tente relevar e esquecer os erros, os sonhos sempre acabam sendo os mesmos pesadelos. De que adianta você me dizer que se importa, se o que tivemos ficou apenas na memória? ♫

 

Continue Reading

Sobre blogar como antigamente.

Essa sou eu, escrevendo um post. Do meu celular. Esperando um vagão mais calmo pra entrar, as 19h de uma terça. Percebi que, na verdade, não tenho mais paciência pra blogar como a maioria bloga: construir posts bem pensados e ilustrados, sobre um assunto relevante (ou não), e daí fazer a imagem pra divulgar no facebook, no Instagram, no Twitter… Percebi que fiquei um pouco pra trás, por preguiça. Quando comecei a blogar as coisas eram bem simples: você escrevia sobre o seu dia, sobre o assunto da escola, os amigos também blogavam no seu blog sobre as coisas mais diversas do dia a dia. No máximo a gente colocava um GIF ou uma foto de uma banda, de um ator ou atriz (no meu caso sempre eram fotos dos filmes do Harry Potter hahaha) e, eventualmente, resultados dos testes que a gente fazia sobre “quem é você em Harry Potter” ou “qual seu expecto patrono?” – tudo isso muito antes de buzzfeed e facebook, vejam bem. E o resultado te davam umas montagens super legais pra colar no seu post ou na sua sidebar. Inclusive, na sidebar você encontrava as informações muito importantes sobre mim no “current”: GIFs pequenininhos e fofos pra você indicar ao lado do respectivo o que tava vestindo, comendo, vendo ou ouvindo entre tantas outras coisas. Blogar, antigamente, não era sobre status, publipost ou treinar pra ser jornalista. Muito menos sobre dinheiro! Se, naquela época, alguém me dissesse que blogueira seria profissão super bem remunerada no futuro, eu riria. Eu, que vi o “just Lia” nascer dos templates toscos, de posts sobre o estágio da Lia, sem look do dia ou publipost ou imagens se quer. Eu apenas podia imaginar como a Lia era baseada no que ela escrevia e no que o current dela mostrava. Vi nascer os “template shops” – e os vi morrer também. Óbvio que o comércio de templates pra blog não acabou, mas naquela época as pessoas dedicavam horas do seu dia pra montar VÁRIOS templates pra você baixar e usar a vontade, de graça! Blogar (e criar coisas pra blogs como gifs, plaquinhas, awards, templates) se fazia por amor, numa época em que os pais reclamavam quando você passava tempo demais na frente do computador e que a conta do telefone vinha estourada (e que ficar no computador não dava futuro e blog não caia na prova/vestibular)! Blogar era nossa diversão diária, não era agenda e muito menos obrigação. O sentido de blogar era, justamente, não ter sentido. Não definir nicho nem padrões. Acho que me perdi um pouco por causa disso tudo, e sinto falta de blogar por prazer, por felicidade, só pra escrever um texto. Apenas blogar e não “gerar conteúdo relevante”. Então eu deixo aqui pra vocês meu texto, minha declaração de amor a mais pura essência de blogar. Ao simples fato de escrever um texto, sem pensar nas regras e padrões e clicar em publicar.

Te amo, meu diariozinho.

Continue Reading

Conhecendo capivaras – viajando pra Curitiba!

viajando pra Curitiba

Tô de volta minha gente! Quem acompanha o @maneiricesoficial lá no insta viu que o final de semana que passou foi frio e lindo, ao lado dos meus amores – mozão e irmã – lá em Curitiba, ao lado da mozona amiga de infância! Eita que final de semana mais perfeito. ♥

Começando do início, a Lu é minha BFF de infância que, durante nossa adolescência, se mudou pra Curitiba. A última vez que a gente tinha se visto pessoalmente deve ter sido há quase 10 anos atrás. Então, óbvio que quando eu falei que pretendia agendar uma visita à cidade dela, ela me chamou pra ir ficar na casa dela. Como a única coisa que faltava pra poder viajar era o hotel, a gente saiu correndo atrás de passagens! E aí que entra meu amor pela Azul.

Eu já vinha juntando milhas na Azul há algum tempo, porque parecia ser o único programa que compensava passar os pontos do “sempre presente”, programa do cartão do Itaú. Aproveitava cada promoção que tinha de “dobre seus pontos” pra ir passando cada vez mais pontos – e quando notei já tinha quase 20mil! D: Foi aí que fui pesquisar sobre a empresa e notei que ela é uma das mais caras, mas também uma das mais confortáveis, pra se viajar aqui pelo Brasil (e agora tem parcerias com outras companhias pra viajar lá pra fora).

lanchinho, tvzinha, tudo de bom :)
lanchinho, tvzinha, tudo de bom 🙂

Sobre a “experiência Azul”? Absolutamente nada a reclamar! Cadeiras confortáveis (a nossa não reclinava porque ficamos na frente da saída de emergência, entãooo… hahahaha) espacinho até que não muito pequeno entre a sua cadeira e a da frente, TV via satélite pra você escolher o que quer assistir (tem de tudo. De Cartoon Network ao Sobrevivi, e até um mapa do voo com as informações no mapa, altura e velocidade!) e – pra felicidade de qualquer gordinha – lanche de graça! E não to falando de um pãozinho e uma garrafa de 2 litros de coca sendo racionada. As comissárias passam de assento em assento perguntando o que você quer beber – tem refri, água e suco, tudo da Coca-Cola e tudo na sua devida latinha/caixinha/copinho lacrado, e logo em seguida passa uma outra com uma cesta de lanchinhos pra você escolher – e pode pegar mais de um, pode pegar um de cada, você que escolhe! Não preciso dizer que foi minha parte favorita da voo né? hahahaha Pena que foi bem rápido, quase menos de 1 hora, então assim que a gente terminou o lanche o lixo já tava sendo recolhido pra pousarmos! 🙁

Fora o voo, fizemos uma passagem rápida, linda, fria e proveitosa por Curitiba! 😀 E, o principal, pudemos conferir de perto as tão famigeradas capivaras – GENTE ♥ ♥ ♥ Chegamos bem pertinho delas (alguns de nós – cof cof mozão – até fizemos elas saírem correndo de medo), e elas são umas gracinhas gordinhas. Dá vontade de pular em cima e esmagar.

Só no domingo visitamos o Parque Tanguá, o Jardim Botânico, o Parque Barigui, a Ópera de Arame, o MON e um shopping (porque a gente precisava almoçar né hahahaha). Além das lojinhas pra turista, óbvio!

Daqui pra baixo vai ter MUITA foto, então, se quiser ver tudo, é só clicar 😉

Continue Reading

Casar sem surtar – final | O caminho até o altar é mais longo que parece

Casar sem surtar parte 2

Estou de volta pra segunda parte – e final! – da série. (Um adendo: quem acha que ela vale vlog levanta a mão o/) Hoje vou contar mais sobre o meio do caminho até o casamento e o grande dia em si – e fotos, fotos e fotos maravilhosas da minha magnífica fotógrafa Juh

A série Casar sem Surtar serve pra compartilhar com vocês algumas das minhas experiências e aprendizados (alguns pra bem além do casamento) durante os 2 anos que fiquei noiva, e também pra dar algumas dicas de quem já passou por tudo isso – tudo do jeito mais leve e descontraído possível! 🙂


Parte final – O caminho até o altar é mais longo que parece

Essa parte final é muito mais prática e (apesar de dramática) menos dramática que a primeira! Uma vez que você põem a roda pra andar (em outras palavras: marca uma data e paga por ela) não tem mais o que fazer, só aguardar – e isso é ótimo!

No carro, antes de entrar! Inclusive: minha "carona" foi meu próprio trio :) nada de alugar carros!
No carro, antes de entrar! Inclusive: minha “carona” foi meu próprio trio 🙂 nada de alugar carros!

Deixei muitas coisas do meu casamento pra cima da hora por motivo de: orçamento apertado – e algumas pessoas ficavam me falando que era absurdo. Um recadinho muito importante pra vocês: absurdo é se afundar em dívidas, ok? Se uma coisa não é extremamente necessária vai lá pra baixo da lista de prioridades, e se uma coisa pode ser adiada, será adiada até o dia que for possível – leis básicas do casamento com orçamento apertado.

Não aluguei carro – meu tio me levou no carro novo dele, não comprei sapato “próprio” de casamento – usei um lindo e confortável da Dakota, não fiz lembrancinhas que iriam pro lixo – fiz pães de mel, que também ficou no lugar do bem-casado, e que todo mundo come e gosta, fiz minha maquiagem com uma amiga maquiadora e o cabelo no salão que já conhecia do meu bairro (que abriu exclusivamente pra mim e pras minhas convidadas no domingo, sem cobrar nada a mais!) além de vários outros “luxos” que eu, sinceramente, adoraria, mas não iriam fazer nenhuma diferença – a não ser pesar no orçamento.

Foto de making of, com participação da fotógrafa linda!
Foto de making of, com participação da fotógrafa linda!

Por causa disso fiz/comecei a entregar os convites com um mês e meio ~ dois meses antes do grande dia. Nenhum convidado ia vir de outro estado ou ia precisar se programar muito, o casamento era em Santos e todo mundo (até a parte da família de São Paulo) já estava sabendo da data e horário e se programando mesmo antes do convite, por isso não vi necessidade nenhuma de enviar convites com meeeeeses de antecedência.

Além disso, fiz os convites e mandei imprimir numa gráfica, envelopei um a um, com papel cartão e uma fita de cetim com um lacinho, tudo com a ajuda de uma das minhas madrinhas lindas, numa noite mega descontraída em casa.

Foto do #casamentoMariEDi

A floricultura e o DJ fechei também um mês antes só – flores não eram uma grande prioridade pra mim, e nem um DJ. Já tínhamos um plano B na manga caso não coubesse DJ no orçamento e estava tudo bem – felizmente surgiu o anjo de papai e mamãe pra ajudar no orçamento na reta final e acabamos contratando um DJ e uma floricultura (que tinham preços mega acessíveis graças a uma parceria com o salão que contratamos).

Além disso tudo, meu vestido foi alugado, e no pacote vinha o vestido ajustado, com aquela saia/armação que vai por baixo (só que já costurada no vestido) mais um véu da minha escolha. A tiara e os brincos comei numa lojinha da 25 e não gastei nem 40 reais nos dois juntos – pasmem!

Foto do #casamentoMariEDi

Outra coisa é que, ao longo da reta final, as pessoas adoram dizer que vão te ajudar – mas não conte sempre com isso. A não ser que essa pessoa seja uma mãe/pai/irmã/vó, não pense que as pessoas vão, de fato, manter suas palavras. Uma coisa que fazer festa de casamento me ensinou é que as pessoas adoram falar mas pouco adoram fazer. A melhor coisa que você tem a fazer (se não quiser sofrer decepções) é manter as expectativas (em relação às pessoas) bem baixas, quase nulas e não pedir ajuda. Se elas se oferecerem pra algo dê um prazo e cobre-as, sem medo – caso contrário, tente manter o máximo das tarefas com pessoas realmente de confianças.

Foto do #casamentoMariEDi

O dia do casamento vai chegar, e você vai se encher de lembranças (e fotos!) maravilhosas, e quase nem vai lembrar de nada dos “perrengues” que passou até chegar ali. É verdade que o casamento vai ser um divisor de águas na sua vida de muitos jeitos. Você vai começar a reavaliar situações e pessoas, coisas que não eram mais tão importantes passarão a ser – e vice-versa, pessoas que eram importantes talvez deixem de ser, e outras que você não ligava tanto talvez passem a ser suas melhores amigas e – de fato – você vai passar a amar muito mais a sua família “velha” e começar a amar a “nova”.

Foto do #casamentoMariEDi

Por fim, eu queria muito dizer, pra todas noivinhas ansiosas, que no fim tudo dá certo – e não se preocupe com os que vão te julgar ao longo do caminho (e serão muitos). No fim, você vai acabar com as pessoas que te amam e cheia de memórias maravilhosas! ♥

 

 

Continue Reading

Dando vida aos meus sonhos!

header-tanlup

Olá minha gente bonita! Hoje venho compartilhar com vocês um pouquinho dos meus sonhos, da minha história e das novidades que vão vir esse mês! Vamos lá?

(Hoje vai ser textão, então se prepara!)

Começando por quando eu era mais nova, sempre gostei muito do mundo do artesanato e arrancava tudo que podia da minha vó. Via vovó desenhando e cortando moldes de revista, costurando na máquina dela, aprendi a bordar ponto-cruz nessa época também, a fazer costurinhas a mão… Sempre pedia maquininhas de costura de natal, mas sabe como eram aquelas maquininhas de criança né? Mais tarde no colegial quis fazer moda, pra ser estilista – o que por motivos óbvios (de a única faculdade legal de moda ser em SP e eu morar em Santos, e ainda ter uma mensalidade absurda) não rolou. Quando fiz faculdade de Produção Multimídia aprendi a fazer sketchbooks – o que despertou em mim, novamente, a paixão por trabalhos manuais. Desde então não conseguia sossegar atrás de um trabalho manual pra fazer.

Foi quando ano passado, enquanto eu morava aqui, fiz o curso de independência costureira, d’A Costureirinha, que já contei tudo por aqui uma vez.

Desde que conclui o curso estou na vontade de “costurar pra fora”. Vender e compartilhar com o mundo o pouquinho de amor que ponho em cada pontinho que costuro. Depois de muito enrolar e planejar eis que estou, finalmente, as vésperas de lançar minha lojinha pra vocês! O Maneirices vai então estar completo! <3 E claro que nada disso seria possível, também, se o apoio de todo mundo que deixa seu carinho aqui e na página do Manirices!

Maneirices!

Como agradecimento, todo mundo que se cadastrar pra receber as novidades vai ganhar um mimo da lojinha! Siiim, não é promoção, é agradecimento mesmo. <3 Pra se cadastrar é só preencher esse formulariozinho abaixo! A lojinha vai ao ar na semana que vem e quem se cadastrar vai receber um avisinho lindo no dia, pra aproveitar antes da divulgação pra quem não se cadastrou 😉

Só preencher o seu nome e email abaixo, e divulgar pros amigos que você quiser! <3

Continue Reading

6 formas práticas para desenvolver a criatividade

A criatividade é uma das habilidades mais incríveis da humanidade. Além de nos distinguir das máquinas, é a criatividade que torna cada pessoa única. Muita gente pensa que não pode ser criativa, mas estudos revelam que a criatividade pode ser desenvolvida assim como qualquer habilidade. Separamos algumas dicas de coisas que você pode fazer para ser mais criativo:

Seja confiante
A insegurança a respeito das nossas capacidades pode suprimir a criatividade de qualquer pessoa – por isso construa uma base de confiança poderosa. Faça anotações sobre o progresso que tem feito, aceite seus esforços e sempre busque maneiras de recompensar sua criatividade.

Encontre novas referências
Outras formas de fazer pequenas coisas são maneiras simples de aumentar sua criatividade a cada instante. A longo prazo, essa pode ser uma das formas que mais geram resultados. Tarefas simples como amarrar o sapato com a outra mão ou pegar uma rota diferente para o trabalho são um bom começo. Eu tenho uma tarefa simples: todo o dia eu aprendo duas palavras em japonês e aplico o sentido delas em alguma conversa do dia – isso ajuda a manter o cérebro ativo.

Crie tempo para criatividade
Você não conseguira desenvolver seus talentos criativos se não arranjar tempo para eles. Defina um dia na sua semana para dedicar-se a algum tipo de atividade criatividade, pode ser um hobby ou um projeto.

Deixe atitudes negativas de lado
Uma das coisas que mais bloqueiam a criatividade são os pensamentos negativos. Pesquisas provam que pensamentos positivos podem aumentar sua habilidade de pensar criativamente. Criar um ambiente que favoreça a criatividade também é ideal. Pensa na decoração e nas cores do ambiente para gerar manter a positividade.

Combata seu medo de falhar
O medo de cometer um erro ou ver seus esforços falharem podem paralisar seu progresso. Sempre que perceber seus pensamentos alimentando seus medos, lembre-se que os erros são parte do processo. Algumas vezes você pode encontrar problemas pelo caminho que vão desacelerar seu percurso para ser mais criativo, mas mantenha-se firme e seja constante – esse é o melhor meio de alcançar seus objetivos.

Brainstorming!
A tempestade de ideias é uma técnica comum na academia e no meio profissional – e pode ser uma ferramenta muito poderosa para desenvolver sua criatividade. Comece proibindo definitivamente qualquer julgamento e crítica, depois escreva todas as ideias que vierem à sua cabeça relacionadas a solução de um problema. O objetivo é gerar tantas ideias quanto possível no menor período de tempo. Depois comece a categorizar e refinar suas ideias para encontrar a melhor opção.

Bia Gonzalez: carioca, arquiteta, apaixonada por internet e blogueira do Decorafino.

Continue Reading

10 maneiras criativas para decorar cozinhas pequenas

kitchen-728727_1280

Decorar cozinhas pequenas pode ser um grande desafio. Depois de investir muito tempo e dinheiro decorando esses espaços, aprendi valiosas dicas que você pode usar na hora de decorar. O primeiro passo é escolher bem seus móveis, eu sempre sigo um simples. Busco online catálogos de lojas de fora do país para ver tendências e procuro meus móveis para cozinha em saldões ou promoções online. Sempre escolha móveis grandes com design adaptável à diversos tipos de decoração, assim você economiza na hora de renovar seu ambiente.

  1. Vá além de remover portas
Pin via https://www.pinterest.com/pin/140385713354662092/

Remover portas de armários aumenta a sensação de espaço. Mas vá além e coloque cestas texturizadas, caixas e recipientes de armazenamento de vidro. As cestas adicionam textura e cor, enquanto os recipientes de vidro mantém o que você precisa de forma organizada e em exposição.

  1. Aproveite o espaço na parede
Pin via https://www.pinterest.com/pin/319263061057422696/

A combinação de prateleiras de metal para recipientes de especiarias como chá, canecas e uma placa magnética para colocar fotos e receitas, tudo em um lugar fácil de alcançar fica perfeito e deixa tudo bem organizado.

  1. Textura interessante
Pin via https://www.pinterest.com/pin/128985976804400774/

Em uma cozinha clássica com armários de cerejeira, bancadas de mármore e prateleiras de madeira, é possível adicionar texturas interessantes para o lugar. Esta pequena quantidade de armários tradicionais criam grandes contrastes.

  1. Coloque um rack de pratos
Pin via https://www.pinterest.com/pin/313140980314769021/

Muitas vezes encontramos cozinhas no estilo chalé tradicional, um rack é perfeito para evitar que a cozinha fique cheia de armários e ainda você pode colocar bastante louça em exposição.

  1. Invista nos azulejos
Pin via https://www.pinterest.com/pin/76490893644204043/

Em uma cozinha geralmente branca, o azulejo backsplash modelado acrescenta personalidade e movimento no ambiente. Um esquema de preto e branco clássico pode ser facilmente combinados com outras cores diferentes.

  1. Escolha tamboretes coloridos
Pin via https://www.pinterest.com/pin/330803535099798405/

As linhas simples destes bancos tem uma dose extra de estilo com a tinta azul-turquesa. Mas lembre-se, os tamboretes são um ponto focal na cozinha e são o ponto de partida perfeito para o resto da decoração.

  1. Organize a cozinha
Pin via https://www.pinterest.com/pin/291045194638739314/

O espaço não utilizado ao lado da geladeira é o lugar perfeito para um quadro com as listas de compras, cupons, ou calendários da família em uma placa de cortiça de moldura simples. De preferência deixe o quadro com a mesma cor da parede para que ele não fique muito chamativo.

  1. Adesive a parede
Pin via https://www.pinterest.com/pin/51580358203852383/

Para deixar sua cozinha mais alegre, adicione adesivos de parede ou um artwork colorido. Os adesivos podem ser trocados a qualquer momento para mudar o visual da sua cozinha de forma rápida e fácil.

  1. Utilize cortinas
Pin via https://www.pinterest.com/pin/511228995176730240/

Colocar uma cortina na dispensa é o complemento perfeito para uma pequena cozinha. Ela adiciona cor e mantém os alimentos fora de vista.

  1. Use toalhas coloridas
Pin via https://www.pinterest.com/pin/178877416420562752/

Toalhas coloridas e aventais vintage são práticos e bonitos quando pendurados em ganchos. Misturando as cores e tons acaba acrescentando interesse extra para a cozinha.

 // Esse foi um post colab da Bia Gonzalez! Quer colaborar? Mande e-mail para contato@maneirices.com ou envie uma mensagem inbox pela página do facebook do Maneirices!!

 

Continue Reading

Queridinhos essenciais no cuidado com a pele

queridinhos

Oi gente!

Hoje vou falar de dois produtinhos que uso pra pele, e que não sei mais viver sem. São meus queridinhos essenciais quando se trata de cuidado com a pele! Eu sempre tive a pele muito oleosa e nunca consegui me adaptar com nenhum produto. Talvez por pura incompatibilidade, talvez pelo produto não ser “tão bom” ou simplesmente porque ninguém te ensina a usar produto de farmácia e você acaba usando errado! De todo jeito, desde que entrei na Mary Kay, passei – naturalmente – a usar os produtos da marca. Além dos produtos serem de ótima qualidade, a sua consultora é super capacitada pra te ensinar direitinho como usar e o que esperar de cada produto! Quer dizer: se eu tivesse encontrado uma consultora tempos atrás, provavelmente eu estaria mais feliz e me cuidando há muito mais tempo! Mas tudo em seu tempo. 😉

Continuando, falei dos meus queridinhos do kit básico (gel de limpeza 3 em 1 e hidratante da linha timewise) no primeiro vídeo do blog!! Siiiiim, vamos comemorar, habemus vlog! \o/ E de agora em diante, a tendência é só ter mais e mais vídeos – se vocês curtirem, claro! Fiquem com o primogênito abaixo (e abaixo do vídeo fiquem com as fotos e detalhes sobre os produtos!)

Gel de limpeza 3 em 1O Gel de limpeza 3 em 1 é como se fosse um sabonete pro seu rosto. Ele limpa, esfolia e tonifica – e faz tudo isso combatendo os sinais de envelhecimento! Além disso ele ainda ajuda a retirar a maquiagem do rosto (como base, corretivo, pós, blushes… só não pode usar na área dos olhos!). Ele é vendido em duas fórmulas: uma para pele mista a oleosa e outra para pele seca a normal. Eu uso a linha para pele oleosa e é simplesmente maravilhosa! Usar ele é simples: você coloca uma quantidade mínima nos dedos – do tamanho de uma pérola mais ou menos – e espalha no rosto, que deve estar úmido/molhado. Espalha gentilmente, sem esfregar com vontade viu gente, e depois é só lavar até retirar tudo  e secar bem o rosto! 🙂

HidratanteO hidratante é o segundo e essencial passo da sua rotina diária! Ele – assim como o 3 em 1 – ajuda a combater o envelhecimento da sua pele, lutando contra as linhas finas de expressão e rugas. Ele acelera o processo natural de renovação da pele, combate a ação de radicais livres e hidrata por até 10 horas! Você deve usar mais ou menos a mesma quantidade do 3 em 1 – ou menos, quanto menos você conseguir usar melhor pra sua pele – e espalhar no rosto inteiro. Eu aconselho minhas clientes e passarem de pouquinho em pouquinho, assim evitam passar hidratante demais e também evita o desperdício!

Se usados corretamente, os dois duram em média 6 meses. Você pode usar os dois todos os dias, duas vezes ao dia! Pra comprar  o seu é só correr pra sua consultora – “Ah, mas eu não tenho ma consultora :(” sem problemas! Vem falar comigo que eu te ajudo a resolver esse problema <3

O frasco do 3 em 1 contém 127g e sai por R$ 58,00!
O frasco do hidratante contém 86g e sai por R$ 65,00!

Mas corre! Em maio os preços devem aumentar, então esses são os últimos dias pra você adquirir os produtos com um preço super bom ainda. 😉

 

E novamente, pra deixar claro: ninguém na/da Mary Kay me paga absolutamente nada pra postar isso! Isso não é um publipost, logo. Sou consultora Mary Kay e, só vou ganhar algo se vocês acharem os produtos legais e quiserem conhecer também! Fora isso, só estou tirando dinheiro do meu bolso pra comprar esses produtos ma ra vi lho sos e contar sobre eles pra vocês! Interessou em algo e tem consultora? Corre pra ela, mulher! Quer testar/conhecer e sua amiga é consultora? Corre também! A amiga sou eu, ou você não tem consultora? Tá esperando o que pra falar comigo hen? <3

Continue Reading